sábado, 25 de dezembro de 2010

QUANDO DEUS ESTÁ DO LADO DE FORA.

Eis que estou a porta, e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. (Apocalipse 3:20)


João, o apóstolo teve uma visão que Jesus lhe mostrara concernente ao que aconteceria nos últimos dias, tendo recebido de seu Senhor a revelação escreveu sete cartas aos sete pastores das sete igrejas da Ásia. Em todas as cartas Deus alertava as sete igrejas quanto ao arrependimento e também elogiava os quanto a sua fidelidade.

O que me chama a atenção em todas essas cartas é que em uma das igrejas conhecida como igreja de Laodicéia, Deus já não era bem vindo nas suas reuniões, Ele se encontrava do lado de fora batendo a porta querendo entrar e fazer parte do culto. Os laodicenses estavam cegados de tal forma que já não conseguiam sentir, ver e ouvir Deus.

Muitas igrejas que conhecemos desde aquela mais pentecostal até aquela que é mais tradicional estão passando por esse mesmo problema, algumas de um modo desapercebido, outras posso até dizer que é por dureza de coração de seus lideres que sabem que estão mais agradando seus membros do que Deus que é o merecedor de nosso culto.

O alerta de Deus tanto para a igreja de Laodiceia quanto para as dos dias atuais é o arrependimento prematuro, ou seja, arrepender antes daquele grande dia, Deus dá o seu diagnóstico dizendo que a igreja não é quente e nem fria, mas morna causando em Deus ânsia de vomito, pensavam ser afortunados, mas na ótica de Deus não passavam de uns miseráveis, pobres, cegos e nus.

Deus exorta essa igreja ao arrependimento e a volta ao primeiro amor como um pai que exorta e castiga a todos quanto ama.

A igreja do hoje está passando pelo mesmo problema de outrora, muitos pensam possuir quando não possuem nada, acreditam ser quando na verdade são uns miseráveis pobres cegos e nus precisando do atendimento e do perdão de nosso Senhor Jesus Cristo.

Deus está do lado de fora de muitas reuniões ditas evangélicas, sua presença já não é bem vinda em muitos cultos, até desejam, porém se preocupam mais com seus desejos humanos e com a presença de pessoas ilustres do que com a presença de Jesus. Em muitas igrejas Deus está do lado de fora batendo a porta querendo entrar, porem seus lideres e membros já não conseguem: Ouvir Deus batendo a porta: Estão acostumados com a liturgia do culto que se tornou normal sentar, cantar, pregar e sair das reuniões sem ouvir Deus falar, ouvem mais homens com suas carnalidades a flor da pele e com seus discursos terapêuticos e mensagens de auto ajuda que em nada edificavam a igreja, antes ensinam que todas as coisas podemos pela fé na fé e não em Deus e na sua palavra.

Sentir a ausência de Deus nas suas reuniões: Os desejos humanos tem grande valia em muitos templos que o interessante é a satisfação dos membros e não a do convidado maior. Tudo é feito para entreter o auditório presente desde que satisfaça a alegria dos colaboradores. Estilos musicais, formas teatrais e até mensagens suaves e doces são empregadas em reuniões sem ao menos perceber que Deus se encontra do lado de fora.

Adorar a Deus com Integridade e Fidelidade: Os desejos humanos tem se tornado muito forte ao ponto dos crentes já não conseguirem adorar a Deus como antigamente, uma adoração fingida, interesseira onde coloca Deus na parede forçando a dar das suas bênçãos a todo custo, outros usam formas mágicas de enriquecimento a base da fé e da falácia. Canta-se para alegrar os presentes e não para cultuar a Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário