quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

É CORRETO EXPOR OS FALSOS MESTRES?




Dizem-se que há vinte a trinta anos o versículo bíblico mais citado por incrédulos era João 3.16. Hoje, porém, parece que o versículo mais conhecido é Mateus 7.1: "Não julgueis, para que não sejais julgados." Esse versículo é usado quando o cristão expressa qualquer opinião que afirme algo moral ou teologicamente errado. Utilizando este versículo cria um dilema pelo cristão "preconceituoso" e "discriminador": Se prosseguir com seu "julgamento", correrá o risco de ser rotulado e criticado com "juíz hipócrita". Infelizmente muitos cristãos correm dessa "perseguição", assim permitindo que os objetos da sua crítica continuam impunes.

Tirei o seguinte artigo do blog Discernimento Cristão do nosso "amigo virtual", Roberto Aguiar. O autor do artigo é Pr. E. L. Bynum de Lubbock, Texas [EUA]. Recomendamos que os leitores deste trecho lessem o artigo inteiro!

Hoje, os falsos mestres estão livres para espalhar suas doutrinas venenosas porque há uma conspiração de silêncio entre muitos crentes na Bíblia. Lobos em pele de cordeiro são, assim, habilitados a assolar o rebanho, dessa maneira destruindo a muitos.


João Batista chama os fariseus e saduceus (os líderes religiosos da sua época) uma “raça de víboras” (Mateus 3.7). Hoje, ele seria acusado de ser sem amor, cruel, e de não ser cristão.



Jesus disse aos fariseus religiosos: “Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca” (Mateus 12.34). Para muitos evangélicos e alguns fundamentalistas, isso seria uma linguagem inaceitável hoje, mas é uma linguagem bíblica e veio da boca do Filho de Deus.

Ao ficar cara a cara com estes falsos mestres, Jesus Cristo, o filho de Deus, os chamou de “hipócritas”, “guias cegos", “cegos”, “sepulcros caiados”, “serpentes” e “raça de víboras” (Mateus 23.23-34). No entanto, somos informados de que hoje estamos em comunhão com homens cujas doutrinas são tão antibíblicas como os dos fariseus. Alguns dos que dizem que eles são cristãos bíblicos insistem em trabalhar com católicos romanos e outros vários hereges. No entanto, segundo muitos, não devemos repreendê-los pela transigência deles.

Perto do início de seu ministério, “Jesus subiu a Jerusalém. E achou no templo os que vendiam bois, e ovelhas, e pombos, e os cambiadores assentados. E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas; E os seus discípulos lembraram-se do que está escrito: O zelo da tua casa me devorará” (João 2.13-16). Nosso Salvador é hoje apresentado como aquele que era manso, humilde, bondoso e amoroso, até mesmo para os falsos mestres, mas isso é totalmente falso. Ao lidar com falsos mestres e profetas, Suas palavras eram fortes e Suas ações simples e claras.

Perto do fim do Seu ministério público, Cristo achou necessário purificar o templo novamente. A exposição das falsas doutrinas e práticas é um trabalho sem fim. Naquela época Ele disse: “Não está escrito: A minha casa será chamada, por todas as nações, casa de oração? Mas vós a tendes feito covil de ladrões” (Marcos 11:17). É diferente hoje? Os ladrões entram na casa de Deus, e roubam o povo de Deus da Bíblia e vendem suas Bíblias pervertidas. Ao mesmo tempo, esta malta de ladrões rouba o povo na doutrina da separação e na doutrina da santificação. Então você quase não pode dizer qual é o povo de Deus e o povo do mundo. Honestamente, não devem estes ladrões (falsos mestres) ser expostos?

Em nossos dias, esses falsos mestres vieram às igrejas com seus livros, literatura, filmes, psicologia e seminários, e transformaram a casa do Pai em um covil de ladrões. É tempo de homens de Deus se levantarem e exporem os seus erros para que todos os possam ver.

2 comentários:

  1. Denuciar os falsos mestres não só é certo como tambêm é obrigação dos cristãos que tem compromisso com a palavra de Deus e com o Deus da palavra.mais uma vez o Pastor Flávio Neres esta de parabêns,e todos que juntamente conosco levantaram a bandeira do cristianismo bíblico, sem fermento e sem olofotes, pois para nós, a luz de Cristo é sulficiente.Fiquem na paz desta luz que é Jesus.

    ResponderExcluir
  2. DAVID MIRANDA ENSINA TEOLOGIA DA PROSPERIDADE NA IPDA-HD

    https://www.youtube.com/watch?v=dOcLp__sb18

    DAVID MIRANDA SEMPRE DISSE QUE ENSINAMENTOS DE PROSPERIDADE EM OUTROS MINISTÉRIOS ERAM DOUTRINAS DE DEMÔNIOS E DE FALSOS PROFETAS, E NESSE VÍDEO PODEMOS OUVIR CLARAMENTE O AUDIO DE UM PROGRAMA DA SEDE MUNDIAL CHAMADO TELE BENÇÃO ONDE O DAVID MIRANDA LIGA PARA OS OUVINTES PEDINDO PARA CONTAR AS BENÇÃOS RECEBIDAS ATRAVÉS DA IPDA, É O MESMO TIPO DE PROGRAMA QUE O VALDEMIRO E PASTORES DA MUNDIAL FAZEM, AGORA QUEM ESTÁ IMITANDO QUEM EU JÁ NÃO SEI, E NESSE VÍDEO UMA SENHORA DIZ QUE DEPOIS QUE ELA COMEÇOU A FREQUENTAR A IPDA DEUS DEU DUAS CASAS PARA ELA E A TODO INSTANTE O DAVID MIRANDA INCENTIVA ELA A DIZER QUE AS DUAS CASAS FORAM ADQUIRIDAS SOMENTE DEPOIS QUE ELA COMEÇOU A FREQUENTAR A DEUS É AMOR, E EM DETERMINADA PARTE DO VÍDEO O DAVID MIRANDA DIZ QUE SE OS OUVINTES FOREM VISITAR A EDE MUNDIL OU QUALQUER OUTRA CONGREGAÇÃO DA IPDA DEUS TAMBÉM PROSPERARÁ COM CASAS ASSIM COMO PROSPEROU A IRMÃ QUE ESTAVA CONVERSANDO COM ELE VIA TELEFONE NO PROGRAMA TELE BENÇÃO, SÃO CENTENAS DE HERESIAS JÁ ENSINADAS PELO DAVID MIRANDA USANDO A VOZ DA LIBERTAÇÃO, E AGORA ELE ESTÁ NO MESMO CAMINHO DAQUELES QUE ELE SEMPRE CRITICOU AGINDO COMO UM FARISEU HIPÓCRITA

    E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?

    Romanos 2:3

    Eis que tu que tens por sobrenome judeu, e repousas na lei, e te glorias em Deus;
    E sabes a sua vontade e aprovas as coisas excelentes, sendo instruído por lei;
    E confias que és guia dos cegos, luz dos que estão em trevas,
    Instruidor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei;
    Tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas?
    Tu, que dizes que não se deve adulterar, adulteras? Tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégio?
    Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei?
    Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós

    Romanos 2:17-24

    ResponderExcluir